quinta-feira, 30 de julho de 2015

VÃO DIZER QUE É A CRISE, PORÉM E O BOLSO DO GOVERNO COMO FICA ?

NOTICIA RUIM PARA O ESTADO/ Ivaldo almeida
Cerca de 1900 trabalhadores terceirizados do Governo do Estado de Pernambuco, pertencente à empresa Líber Soluções em Serviço, terão seus contratos trabalhistas rescindidos no mês de agosto.
A empresa que presta serviço de terceirização comunicou ao Stealmoaic–PE, controlado pela Força Sindical, que devido aos atrasos mensais e a falta de repasses dos valores, foi obrigada a finalizar a prestação dos serviços de apoio administrativo (Lotes II e III) e também aos serviços que se refere à limpeza e desinfecção hospitalar (Lote II).
A Força Sindical, juntamente com o Stealmoaic, prometeu defeder a manutenção dos postos de trabalhos e informa que, devido à inadimplência do Governo do Estado e o contrato possuir um valor alto, outras empresas do mesmo segmento não tem interesse de assumir o contrato.
A dívida atual corresponde a R$ 32.243.128,76.
A Força Sindical reclama que a gravidade da situação em relação aos serviços hospitalares com argumento de que sem higienização e esterilização, não há cirurgias, prejudicando os serviços nos hospitais do Estado de Pernambuco. Todos os empregados serão pré avisados oficialmente no dia 01/08/2015 e serão desvinculados da empresa terceirizada no dia 31/08/2015. A empresa assumiu cumprir com todas as obrigações trabalhistas.
Em agosto, a Força Sindical irá reunir a categoria para discutir quais serão as medidas tomadas.
“Vamos aguardar o pronunciamento do Governo do Estado para solucionar o problema. 90% da categoria que pertence a este contrato possui mais de 15 anos de serviço, consequentemente, será muito difícil a recolocação profissional desses trabalhadores”, ressaltou Rinaldo Júnior, presidente da Força Sindical – PE.

SE LIGA !

Resultado de imagem para motoristas atenção Resultado de imagem para motoristas atenção
Ivaldo mais
Motoristas que trafegam nas vias nacionais possuem direitos e deveres que devem ser seguidos de forma atenciosa. Quem dirige de maneira ilegal pode ter que pagar multas, ou ir preso, visto que condutores têm responsabilidade por atos que fazem no trânsito.
Quando um pedestre atravessa a rua fora da faixa e no meio do trânsito, cabe aos motoristas reduzirem a velocidade para que a pessoa consiga chegar na outra calçada em segurança, conforme indica o CTB (Código de Trânsito Brasileiro).
De acordo com o Artigo 26 do CTB, consiste em dever de motoristas trafegar de modo seguro e sem oferecer perigo a quem compartilha o trânsito. Condutor também não pode ser um obstáculo na pista. As regras gerais do Código se baseiam no conceito de segurança máxima nas vias.
Não se pode ignorar o fato de que condutores também trazem direitos a serem respeitados por parte do poder público. Por exemplo, o CTB indica que motoristas precisam trafegar em vias seguras, iluminadas e que estejam sinalizadas. Quando não existem tais pontos respeitados, então a autoridade de jurisdição da via tem a responsabilidade.
Motoristas que trafegam nas vias nacionais trazem o direito de opinar ou sugerir qualquer mudança no CTB. As autoridades devem responder e encaminhar a resposta. Sinais, regras fiscais e equipamentos de segurança são pontos passíveis de mudança conforme acontece o acordo entre os cidadãos e as autoridades públicas.
Tal fato se baseia no ponto de que o povo tem maior conhecimento do trânsito por estar acostumado com trajetos e consegue ser o maior identificador de problemas no sistema de trânsito.
Motoristas também possuem o direito de reivindicar das autoridades o aumento de políticas públicas que se destinam para aumentar a qualidade de educação no trânsito. Investir no nível de saber dos cidadãos ajuda para preservar a vida e o meio ambiente.

CARDNOT, LIDER COMO SEMPRE EM PERNAMBUCO !

Resultado de imagem para IBOPE DA TV EM PERNAMBUCO Resultado de imagem para BASTIDORES DO BRONCA PESADA DA TV JORNAL
Resultado de imagem para BASTIDORES DO BRONCA PESADA DA TV JORNAL Resultado de imagem para BASTIDORES DO BRONCA PESADA DA TV JORNAL
De volta à TV Jornal/SBT desde março, Cardinot fez o seu "Bronca Pesada" bater um novo recorde de audiência na última quarta-feira (15). 

Segundo dados consolidados do Ibope, o programa policial apresentado na faixa das 12h11 às 13h36 em Pernambuco foi líder absoluto no ranking de emissoras, com 16 pontos de média e pico de 18.

No mesmo período, a Globo Nordeste, com a exibição do "NETV - 1ª edição", do "Globo Esporte PE" e um trecho do "Jornal Hoje", fechou com 14 pontos, na vice-liderança.

A TV Clube/Record, que mostrava mais uma edição do "Balanço Geral PE", com Hugo Esteves, teve apenas 7 pontos de média. Já a TV Tribuna/Band, com o "Ronda Geral", de Sérgio Dionísio, marcou 2 pontos.

O retorno de Cardinot à TV Jornal/SBT vem elevando também os índices de audiência dos outros programas locais, conforme notícias já publicadas pelo Blog TV PE. 

Os números refletem a preferência de um seleto grupo de telespectadores na Grande Recife.
Resultado de imagem para TV JORNAL CANAL 02 SBT Resultado de imagem para TV JORNAL CANAL 02 SBT 
canal 02 

UM POUCO MAIS DO METRÔ DO RECIFE !

Resultado de imagem para metro do recife Resultado de imagem para metro do recife
Compõe-se atualmente (2015) de vinte e nove estações, com linhas que somam 71 quilômetros de extensão (quando somada a extensão do sistema complementar por VLT - 39,5km considerando apenas o Metrô), transportando cerca de 400 mil usuários por dia, sendo a maior parte da demanda concentrada na linha centro, embora a linha sul esteja com demanda crescente, resultado do aumento da quantidade de trens em funcionamento e inaugurações de novos terminais de ônibus integrados ao metrô.
Resultado de imagem para metro do recife Resultado de imagem para metro do recife
através do Ministério dos Transportes criou em setembro de 1982, o consórcio Metrorec, constituído pela Rede Ferroviária Federal S/A (RFFSA) e pela Empresa Brasileira de Transportes Urbanos, hoje extinta. A construção do Metrô foi iniciada em janeiro de 1983.
Em fevereiro de 1984 foi criada no Rio de Janeiro a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). O Metrorec integrou-se a ela em janeiro de 1985.
Em março de 1985, teve início a circulação dos primeiros trens com passageiros. A partir de então, o METROREC passou por várias modificações, a mais significativa ocorreu em janeiro de 1988, quando a CBTU, através da Superintendência do Recife, absorveu os trens de subúrbio da RFFSA em Maceió (Alagoas), João Pessoa (Paraíba), Natal(Rio Grande do Norte) e Recife.
Em janeiro de 1995, os trens de subúrbio de Maceió, João Pessoa e Natal foram desvinculados da Superintendência do Recife e passaram a ser subordinados diretamente à Administração Central da CBTU, no Rio de Janeiro.
Em 1998 foram iniciadas as obras de expansão do Metrô do Recife, compreendendo a eletrificação de 14,3 km da Linha Sul, entre as Estações Recife e Cajueiro Seco e o prolongamento da Linha Centro, a partir da Estação Rodoviária até Camaragibe, trecho já inaugurado em dezembro de 2002. Entre 2004 e 2009 foram inaugurados trechos da linha sul, que já terminou a sua expansão.
Desde o início de 2013, após um investimento de cerca de 100 milhões de reais, a antiga Linha Diesel/Trens Diesel, que vai do Cabo de Santo Agostinho até a estação Cajueiro Seco, passou a operar com VLT, beneficiando cerca de 35 mil passageiros. Todos os vagões são equipados com ar condicionado e GPS. O Trecho entre a estação Cajueiro Seco e a estação Curado também recebeu um VLT. Existe um plano de prolongar o VLT até a estação Rodoviária, onde se localiza o Terminal de ônibus da Cidade do Recife. Em março de 2013 começaram a operar os dois primeiros dos novos trens comprados para aumentar a frota da linha sul. Desde então, novos trens chegam todos os meses.
Em 8 de junho de 2013, a estação Cosme e Damião, na Linha Centro, foi inaugurada, facilitando o transporte dos torcedores até a Arena Pernambuco. A estação está localizada entre as estações Rodoviária e Camaragibe, na cidade do Recife, próximo da divisa com a cidade de São Lourenço da Mata.

Características do sistema

Mapa esquemático do Metrô do Recife, com as estações representadas por pictogramas.
Metrô do Recife é formado por duas linhas distintas, a Linha Centro (Linha Centro 1 e a Linha Centro 2) e Linha Sul. Ainda a partir de 1988 também passou a administrar a antiga Linha Cajueiro Seco–Cabo que era operada por locomotivas.
Os trens da Linha Centro, que partem da Estação Recife, possuem dois destinos distintos: a estação de Camaragibe e a de Jaboatão. Isso acontece devido ao fato de as linhas Centro - 1 (Camaragibe) e Centro - 2 (Jaboatão) compartilharem a mesma via e estações no trecho entre as estações Recife e Coqueiral, graças ao traçado da antiga ferrovia onde o metrô foi construído.
Nas Linhas da Metrorec a distância média entre as estações é de 1,2 km, com os trens seguindo a uma velocidade média de 40 km/h, podendo chegar a 80 km/h. A bitola é 1600 mm e a alimentação dos trens é feita por catenárias aéreas. Na Linha Diesel a distância média entre as estações é de 4 km, a velocidade comercial dos trens é de 31,5 km/h, a bitola é métrica e os trens utilizados possuem tração a diesel.
O sistema possuía um total de 25,2 km de extensão e, após a conclusão da expansão de sua rede—expansão esta que se deu de fevereiro de 2005 até março de 2009--, chegou aos atuais 39,5 km.3 A estes foram adicionados os 31,5 km da linha Diesel, totalizando 71 km.
Devido à significativa taxa de analfabetismo na região (aproximadamente 10,55% de acordo com o censo de 2000 doIBGE — ver fonte), as estações foram desenhadas de modo a incluir várias formas de identificação. Além do serviço de alto-falantes dentro dos trens anunciando o nome da parada, cada uma destas tem uma cor diferente para as paredes de suas plataformas, e, em todas as placas indicativas e mapas das linhas, o nome de cada estação acompanha sempre um símbolo individualizado, também chamado pictograma. O uso de tais pictogramas já era aplicado no Metrô da Cidade do México, iniciado em 1967 (ver página oficial).
No quesito acessibilidade, as estações possuem rampas de acesso a cadeirantes e algumas dispõem de escadas rolantes (como as estação Recife, Joana Bezerra, Camaragibe e todas as estações da linha Sul) e elevadores (nas mesmas estações). O já citado serviço de alto-falantes dentro dos trens também serve aos deficientes visuais.
Mapa
Há várias linhas de ônibus interligadas ao Metrô, com 15 terminais de integração ônibus/metrô do S.E.I., localizados nas estações Recife e Joana Bezerra, nas linhas Centro e Sul; Afogados, Santa Luzia (em construção), Barro, Cavaleiro, Jaboatão, Rodoviária, Cosme e Damião e Camaragibe, na linha Centro; Largo da Paz, Aeroporto, Tancredo Neves, Prazeres (em construção) e Cajueiro Seco, na linha Sul.4
O terminal na estação Cabo do Trem Diesel, embora seja citado nos mapas como parte do sistema férreo, fica a cerca de 500 metros de distância da estação; não foi divulgado ainda como será feita a ligação entre os dois.

Número de passageiros

Tabela de quantidade de passageiros (diariamente por viagem).
AnoQuantidade de pessoas (por dia)
19842.800 pessoas
19887.500 pessoas
199560.000 pessoas
2000105.000 pessoas
2004123.000 pessoas
2008196.000 pessoas
2012277.850 pessoas
2013350.000 pessoas
2015400.000 pessoas
(*) Estimativa.

Tabela do sistema

Dados das linhas

LinhaTrajetoComprimento (km)EstaçõesDuração das viagens (min)Funcionamento
Centro - 1Recife ↔ Camaragibe18,3*1528Diariamente, das 5 às 23h
Centro - 2Recife ↔ Jaboatão161426Diariamente, das 5 às 23h
Centro - 1 + Centro - 2Recife ↔ Camaragibe e Jaboatão25,219---Diariamente, das 5 às 23h
SulRecife ↔ Cajueiro Seco14,31222Diariamente, das 5 às 23h
VLT (**)Cabo ↔ Curado31,5954Segunda a sexta, das 5 às 20h (aos sábados, até as 14h)
(*) Comprimento aproximado, obtido a partir da medição em escala de um mapa • (**) Antiga Linha Diesel que passou a operar com VLT em implantação gradual

Por trecho (com cronologia)

LinhaTrechoInauguraçãoComprimento (km)EstaçõesDuração das viagens (min)
Centro - 1 e 2Recife ↔ Werneck11 de março de 1985---712
Centro - 1 e 2Werneck ↔ Coqueiral8 de agosto de 1986---46
Centro - 1Coqueiral ↔ Rodoviária24 de setembro de1986---46
Centro - 1Rodoviária ↔ Camaragibe26 de dezembro de2002---24
Centro - 2Coqueiral ↔ Jaboatão29 de agosto de19876,958
SulRecife ↔ Imbiribeira28 de fevereiro de2005---46
SulImbiribeira ↔ Shopping28 de março de 2009---34
SulShopping ↔ Tancredo Neves1 de fevereiro de2010---22
SulTancredo Neves ↔ Cajueiro Seco29 de agosto de2010---610
Trem DieselCinco Pontas ↔ CaboA partir de 1988------54
VLTCurado ↔ Cabo14 de julho de1999***31,59**54
(**) A Estação Cajueiro Seco, da linha Sul do metrô, passou a fazer parte também da Linha Diesel, entre as estações Ângelo de Souza e Marcos Freire
(***) Data da desativação do trecho Cinco Pontas ↔ Ângelo de Sousa - mais tarde transformado na nova Linha Sul - e da inauguração do trecho Curado ↔ Ângelo de Sousa

Por estação com cronologia

Algumas estações foram inauguradas posteriormente aos trechos que estão inseridos, como é o caso das estações abaixo.
LinhaEstaçãoInauguraçãoTrecho a que pertenceInauguração do trecho a que pertence
Centro - 1 e 2Estação Barro30 de janeiro de1987Werneck ↔ Coqueiral8 de agosto de 1986
Centro - 1Estação Alto do Céu11 de março de1987Coqueiral ↔ Rodoviária24 de setembro de 1986
Centro - 1Estação Curado27 de maio de1988Coqueiral ↔ Rodoviária24 de setembro de 1986
Centro - 2Estação Engenho Velho17 de junho de1988Coqueiral ↔ Jaboatão29 de agosto de 1987
Centro - 1Estação Cosme e Damião8 de junho de2013Rodoviária ↔ Camaragibe26 de dezembro de 2

Resultado de imagem para VLT RECIFE Resultado de imagem para VLT RECIFE
IVALDO MAIS

quinta-feira, 9 de julho de 2015

RÁDIO EM PERNAMBUCO É RÁDIO JORNAL

                       Resultado de imagem para RADIO JORNAL
Muito mais que uma rádio, a jornal é uma boa fámilia e para falar com os pernambucanos, fale com a rádio jornal !
                             Resultado de imagem para RADIO JORNAL

Rádio Jornal do Commercio, atualmente conhecida por Rádio Jornal é uma estação de rádio brasileira do Recife, Pernambuco. Foi fundada em 3 de julho de 1948, por F. Pessoa de Queiroz, empresário e político paraibano.

Fazia parte de um conglomerado de empresas jornalísticas, cujo carro-chefe era o Jornal do Commercio e do qual fazia parte também o Diário da Noite, fundado 2 anos antes, conglomerado este depois aumentado com a criação de empresas de radiodifusão nas principais cidades do interior pernambucano.
Resultado de imagem para RADIO JORNALResultado de imagem para RADIO JORNAL
Seu slogan, Pernambuco Falando para o Mundo, era conhecido, porque a emissora iniciou com transmissores potentes em ondas curtas e médias, que alcançavam todo o mundo, na época a mais moderna estação de rádio do Brasil.

Alguns nomes conhecidos da cultura e jornalismo local fizeram parte de seu quadro inicial: Mário Sette, Valdemar de Oliveira, Fernando Castelão, Brivaldo Franklin, Edson Néri da Fonseca, Eurico Duarte etc.

Na década de 1970, a empresa entrou em crise financeira, quando fechou o Diário da Noite, e o controle acionário passou para o empresário João Carlos Paes Mendonça, do Grupo Bompreço. A emissora, então já sucateada, foi recuperada e retomou a liderança regional.

Hoje a emissora conta com comunicadores como Geraldo Freire, Ednaldo Santos, Graça Araújo, Paulo Roberto, Gino César, Wagner Gomes, José Silvério, Joffre Melo, Aroldo Costa, Maciel Júnior e Adílson Oliveira.

Mesmo com estilo popular, tem boa parte da programação voltada ao jornalismo e à prestação de serviços, o que a torna uma das emissoras mais respeitadas no país.

Tem um acordo para utilizar o conteúdo da Rede Jovem Pan em Pernambuco, mas forma atualmente uma rede regional com programação própria transmitida do Recife (cabeça de rede) para cinco emissoras do Sistema Jornal do Commecio de Comunicação – SJCC no interior do estado: Caruaru, Garanhuns, Limoeiro, Pesqueira e Petrolina.

Em 1996 entrou na era da Internet, confirmando seu slogan. Foi a primeira emissora de rádio da América Latina a transmitir sua programação pela Web. Sua equipe esportiva é conhecida como o Escrete de Ouro. Por 17 anos, o locutor Adílson Couto foi o titular nas narrações esportivas. Com seu falecimento, em maio de 2009, Aroldo Costa assumiu o posto de narrador titular da Rádio Jornal. A emissora transmite o Campeonato Pernambucano de Futebol, a Copa Pernambuco, a Copa do Brasil, a Copa São Paulo de Juniores, o Campeonato Brasileiro de Futebol, a Copa Libertadores da América (quando há representantes de Pernambuco, caso de 2009, com o Sport) e acompanha a Seleção Brasileira de Futebol em amistosos, Copa América, Copa das Confederações, Eliminatórias da Copa do Mundo e Copa do Mundo FIFA. A rádio já adquiriu os direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. O slogan para comerciais com bola rolando é Jornal, Pernambuco em Primeiro Lugar.

Da era de ouro à Internet

A chegada da Rádio Jornal do Commercio ao Recife foi cercada pela suntuosidade de um veículo destinado às elites, como poucos no Brasil da década de 1940. Não foram economizados investimentos em equipamentos modernos que levassem a voz de Pernambuco aos quatro cantos do Mundo.

Prédios luxuosos, auditórios concorridos, roupas extravagantes e um sotaque britânico que levava informações do Estado para outros continentes. Da primeira vez em que foi usado o slogan ‘Pernambuco Falando para o Mundo’, em 3 de julho de 1948, até hoje, apenas o perfil da Rádio se modificou, ficando cada vez mais próxima do público. Mudou da era de ouro para a era da Internet, mas continua confirmando para todos que o seu slogan é cada vez mais atual.

As primeiras transmissões da Rádio Jornal

Ao meio-dia, estava no ar o primeiro programa da Rádio Jornal, o Protofonia. O programa exaltou a imprensa escrita e a radiofônica e deixou uma mensagem de boas vindas aos ouvintes, “levando a todos os recantos do mundo a mensagem fraterna do Rádio Jornal do Commercio, oferecendo uma visão magnífica do Brasil de hoje.”

Depois disso, a Rádio Jornal do Commercio passou a transmitir programas com meia hora de duração. Na programação, blocos com músicas românticas e modinhas. Os programas tinham nomes sugestivos como Acalantos: Músicas Leves e Suaves, que Levam ao Repouso.

A nova emissora teve como redatores e produtores figuras importantes da cultura pernambucana. Alguns nomes da época são Joel Pontes, Geraldo Mendonça, Lima Filho, Caio Souza Leão, Mário Sete, Valdemar de Oliveira, Edson Neri da Fonseca e Eurico Duarte.

ESPORTES – Em 1948, a Rádio Jornal do Commercio iniciou a sua transmissão de esportes. O primeiro programa a entrar no ar foi Esporte em Revista. Brivaldo Franklin e Fernando Castelão estavam na equipe esportiva da emissora, revezando entre apresentações de radioteatro, apresentação de comerciais e apresentação de notícias.